sexta-feira, 17 de julho de 2009

Estou livre...


Otário, idiota, bobo, inocente... Entre outros adjetivos. Nossa como o amor nos deixa assim né? Putz!
Eu sempre fui uma pessoa que pensava que só quem teria um grande amor seria o vizinho... Mal sabia que o cupido teria me flechado, pena que ele não flechou outra pessoa para eu ser correspondido, mas enfim: cupido burro ninguém merece!
Pois é a questão foi bem essa gostei, apaixonei, amei e me dei mal.
O bom é que me declarei, dei todas as indiretas e diretas possíveis e ela não pescou ou gostou de me usar ou sei lá o que!? Tem tanta coisa na minha cabeça, mas não acho respostas para tais perguntas – pelo visto nem vou achar, já que ela não gosta de detalhes e tal (o mundo anda por causa das perguntas e não pelas respostas encontradas – algo assim).
Fiquei meses e meses imaginando, pensando no dia me que a teria nos meus braços, pena que esse dia não vai chegar... Ela está com outro!
Senti uma dor que pensei que não existisse e isso me deu tanta força... que até agradeço porque aprendi muito com tudo isso, a males que vem para o bem! E como todo aquariano busca a liberdade e nada melhor do que me sentir LIVRE!

Um comentário:

janelapradentro disse...

liberdade às vezes tem seu preço. :\

um deles é a solidão que por vezes nos toma todo o sentimento. x(

mas enfim, acontece de tudo ter os dois lados.